Edições anteriores








2012

v. 4, n. 4 (2012)

Caros Leitores,

A Revista de Administração Pública e Gestão Social – APGS finaliza este volume em 2012 com novidades, buscando alinhar-se cada vez mais as boas práticas de publicação científica realizadas na área de Ciências Sociais Aplicadas e áreas afins.

Neste sentido, a Revista APGS foi cadastrada no Instituto Brasileiro de Ciência da Informação e Tecnologia – IBICT e passou a integrar a Associação Brasileira de Editores Científicos – ABEC.

Dentre as novidades, visando internacionalizar a Revista APGS, em 2013 serão aceitos no processo de submissão, somente trabalhos em conformidade com as normas de citação e referência da American Psychology Association – APA. Somado a isso, a equipe editorial buscou ampliar a sua Equipe Editorial convidando pesquisadores de Portugal e Espanha, em visita realizada pelo editor no Instituto de Gobierno y Politicas Publicas – IGOP da Universidade Autônoma de Barcelona e nas Universidades de Lisboa e do Algarve.

O primeiro artigo desta edição é fruto deste processo de internacionalização, escrito por Geraldo César Diegues, doutorando em Gestão na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro de Portugal, analisa o papel do governo local no processo de prover canais de participação e de institucionalizar tais canais para uma efetiva gestão das políticas públicas.

Diferentes Democracias e a Regulamentação da Propaganda para Crianças é o título do segundo artigo escrito por Carolina Fabris Ferreira, mestranda em Administração Pública e Governo na Fundação Getúlio Vargas – FGV de São Paulo, Brasil. A autora realiza uma análise das diferenças na regulamentação da propaganda para as crianças e verifica se há relação com os modelos de democracia em diferentes países.

Entre o Potencial de Transformação Local e os Entraves do Programa de Aquisição de Alimentos na Cidade de Viçosa-MG, trabalho escrito pela acadêmica Tamiris Cristhina Resende da Silva e pelos professores Rodrigo Gava, Jader Fernandes Cirino e Edson Arlindo Silva, todos da Universidade Federal de Viçosa, compôs o terceiro artigo desta edição. Os autores investigaram os entraves que impedem que o agricultor familiar aumente sua renda pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), vinculado ao Programa Fome Zero, do Governo Federal no Brasil.

O quarto artigo discute a Economia Solidária no Vale do São Francisco: a Relação entre Empreendimentos Solidários e Poder Local na Perspectiva do Desenvolvimento Endógeno, sendo de autoria de José Raimundo Cordeiro Neto, Universidade Federal do Vale do São Francisco - UNIVASF, de Ariádne Scalfoni Rigo, Universidade Federal da Bahia – UFBA, e de Airton Cardoso Cançado, Universidade Federal de Tocantins – UFT.

Em o Orçamento participativo: a visão do graduando em gestão pública, o professor Richard Medeiros de Araújo e Jorge Morais Maia, ambos do Centro Universitário FACEX – UNIFACEX do Estado do Rio Grande do Norte encerram este volume de 2012, identificando a percepção dos graduandos em gestão pública sobre a adoção do orçamento participativo como uma técnica de gestão efetiva na realidade brasileira, expondo perspectivas para a formação na área de Administração Pública e Gestão Social.

A todos uma agradável leitura e um feliz 2013!

Prof. Magnus Luiz Emmendoerfer

Editor

Licença Creative Commons

v. 4, n. 3 (2012)

Caros Leitores:

A partir desta terceira edição do ano de 2012 da Revista Administração Pública e Gestão Social (APGS) será possível conhecer, por meio de seu site na internet, as responsabilidades da equipe editorial, dos pareceristas e dos autores de trabalhos, interessados em tornar esta revista um meio de divulgação científica cada vez mais qualificado na comunidade acadêmica.

Neste sentido, a equipe editorial da APGS, representada pelo seu editor, participou, em setembro de 2012, do IV Encontro Nacional de Editores Científicos de Revistas das áreas de Administração, Contabilidade e Turismo, organizado pela Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Administração (ANPAD). Nesse evento, foi possível apresentar a APGS a diversos editores científicos do Brasil, bem como agregar e renovar a participação de diferentes pesquisadores como membros da equipe editorial da revista.

Além disso, ainda em setembro, a revista APGS foi divulgada pelos professores Walmer Faroni e Suely de Fátima Ramos Silveira, do Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade Federal de Viçosa, no III Congreso Internacional en Gobierno, Administración y Políticas Públicas em Madri, Espanha.

Nesta edição, no primeiro artigo intitulado Burocracia Brasileira: um Comparativo com os Países do BRIC, os autores Ariella Burali Kobal, Marcelo Teixeira Filho e Augusto Cézar de Aquino Cabral, todos os autores do Programa de Pós-graduação em Administração e Controladoria (PPAC) da Universidade Federal do Ceará (UFC), convidam o leitor, à luz das teorias burocráticas e institucionais, a analisar o comportamento os países do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) em relação ao mundo através de indicadores do relatório do Banco Mundial sobre a burocracia e a eficácia institucional.

O segundo artigo, Ensaio Teórico sobre a Presença do Patrimonialismo no Poder Legislativo Local, é de Fabiano Maury Raupp e José Antônio Gomes de Pinho, professores da Universidade para o Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina (UDESC) e Universidade Federal da Bahia (UFBA), respectivamente.

Escrito por Renato Fabiano Cintra e Saulo Fabiano Amâncio Vieira, ambos da Universidade Estadual de Londrina (UEL), o terceiro artigo analisa o Processo de Implantação da Gestão de Projetos em Órgãos Públicos por meio de um Estudo de Caso na Prefeitura Municipal de Dourados – MS, Brasil.

O quarto artigo, de autoria de Nilda Maria de Clodoaldo Pinto Guerra Leone, Sonia Maria de Araújo e Maria Aparecida Nery Kanzaki, a primeira do Mestrado Profissional em Administração da Universidade Potiguar e as demais do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), busca compreender o Olhar dos Servidores Técnico-Administrativos e Docentes do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (RN) sobre Comprometimento Organizacional.

Encerramos esta edição com o artigo Rede de Catadores de Materiais Recicláveis: Perspectiva para a Organização da Autogestão, de Milton Cordeiro Farias Filho, professor da Universidade da Amazônia (UNAMA). Esse trabalho apresenta a estrutura das relações sociais dos catadores de materiais recicláveis em seis municípios do estado do Pará, bem como suas virtudes e dificuldades de organização.

Com tudo isso, gostaríamos de convidá-los para a leitura da Revista APGS e esperamos que apreciem esta edição. Boa leitura!

Prof. Magnus Luiz Emmendoerfer

Editor

Licença Creative Commons

 

v. 4, n. 2 (2012)

Caros Leitores,

A segunda edição do volume 4 da Revista Administração Pública e Gestão Social – APGS traz boas notícias sobre as ações realizadas pela equipe editorial durante o segundo trimestre de 2012. São elas: inclusão da revista no indexador Spell – Scientific Periodicals Electronic Library e parceria com o PVblica – Instituto de Políticas Públicas, um Think Tank, cujos membros organizam pesquisas (inclusive a partir de conteúdos de trabalhos publicados em periódicos científicos como a APGS) e recomendam ações em forma de relatórios (policy reports) para subsidiar a tomada de decisão de gestores no contexto das políticas públicas.

Esta edição possui cinco artigos, sendo os quatro primeiros resultantes de um processo de fast track realizado com os melhores trabalhos do VI Encontro Nacional de Pesquisadores em Gestão Social – ENAPEGS, ocorrido em maio deste ano, na Pontifícia Universidade Católica - PUC em São Paulo.

O primeiro artigo Decisão Coletiva e Desenvolvimento Local: O Caso do Programa Nacional de Produção Sustentável de Óleo de Palma em Concórdia do Pará, de Yana Moura de Sousa, Ana Maria de Albuquerque Vasconcellos e Mário Vasconcellos Sobrinho, respectivamente, as duas autoras da Universidade da Amazônia/UNAMA e o autor da Universidade Federal do Pará/UFPA analisa o processo decisório coletivo na gestão do Programa Nacional de Produção Sustentável de Óleo de Palma em um município brasileiro.

Os Fatores Críticos de Sucesso na Gestão de Organizações Não Governamentais é o segundo artigo desta edição. Antônio Oliveira de Carvalho do Instituto Brasileiro de Consultores de Organização e Elvia Mirian Cavalcanti Fadul, professora titular na Universidade Salvador - Laureate International Universities e colaboradora do Núcleo de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal da Bahia/UFBA analisam os fatores críticos de sucesso de gestão, que impactam no desenvolvimento, na captação de recursos e na relação com fontes financiadoras, em Organizações Não Governamentais (ONGs).

No terceiro artigo intitulado Investigação Apreciativa em Organizações Não Governamentais e Planejamento Estratégico: Discussão Teórico-Empírica de um Estudo da professora Rezilda Rodrigues Oliveira da Universidade Federal Rural de Pernambuco discute a utilização do método Investigação Apreciativa (IA) no processo de planejamento estratégico do Movimento Pró-Criança (MPC).

Escrito por Tania Pereira Christopoulos e Maria da Gloria Cardoso Ferreira, ambas da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da Universidade de São Paulo/USP, o quarto artigo verifica se existe potencial influência do Programa Bolsa Família sobre o comportamento de consumo de indivíduos de baixa renda.

O último artigo Análise dos Conselhos Gestores de Políticas Públicas à Luz dos Relatórios de Fiscalização da Controladoria Geral da União de autoria de Simone Martins, professora da Universidade Federal de Viçosa/UFV e doutoranda em Administração no Cepead da Universidade Federal de Minas Gerais/UFMG, Ivan Beck Ckagnazaroff, professor da UFMG e Mariana Luísa da Costa Lage, mestranda em administração na UFV, analisa as implicações das falhas do funcionamento desses Conselhos Gestores para a Governança Pública no Brasil.

Além de tudo disso, temos a satisfação de inaugurar a partir desta edição a publicação de editoriais disponíveis também em língua inglesa a fim de contribuir com a divulgação científica internacional de trabalhos sobre Administração Pública e Gestão Social. Portanto, convidamos vocês para a leitura da Revista APGS, desejando a todos uma prazerosa leitura!

 

Prof. Magnus Luiz Emmendoerfer

Editor

 

Licença Creative Commons

v. 4, n. 1 (2012)

Caros Leitores,

A Revista de Administração Pública e Gestão Social – APGS inicia este volume em 2012 com uma série de novidades de natureza gerencial e editorial, buscando alinhar-se as boas práticas de publicação científica realizadas na área de Ciências Sociais Aplicadas e áreas afins.

Essas novidades na Revista contemplam a atualização para a versão mais recente (v.2.3.7.0) da plataforma SEER/OJS, novo design do site com tradução em 7 (sete) línguas diferentes privilegiando a navegabilidade, novo formato de apresentação estética dos artigos com a criação de modelos para a folha de rosto e para o corpo do trabalho. Somado a isso, houve simplificação do processo editorial visando à agilidade e a qualidade da publicação de artigos, bem como a possibilidade de compartilhamento da Revista APGS em mais 330 (trezentos e trinta) formas de interatividade.

Nesta edição, no primeiro artigo intitulado Efeitos da Crise Mundial e Perspectivas de Expansão da Economia Brasileira, de autoria de José Matias Pereira, professor da Universidade de Brasília, o leitor é convidado para uma reflexão acerca dos desafios que o Brasil pode enfrentar nos próximos anos. Além disso, aponta a necessidade de um diagnóstico que permita a gestão pública do país se preparar para lidar com os efeitos indesejáveis da crise mundial.

O segundo artigo Formação da Agenda: Método de Policy Advocacy para Ensino de Políticas Públicas, de Leonardo Secchi, professor da Universidade para o Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina – UDESC, discute a prática e as experiências obtidas no curso de administração com a aplicação deste método enquanto tecnologia educacional voltado para a aprendizagem em Políticas Públicas.

Escrito por Jonatas Dutra Sallaberry e Maria Ivanice Vendruscolo, respectivamente, servidor público no Ministério Público Federal e professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, o terceiro artigo analisa os padrões de contabilidade aplicáveis a gestão pública brasileira diante do processo de convergência às normas internacionais

Gestão Social e Políticas Públicas de Desenvolvimento Territorial, trabalho de Alan Ferreira de Freitas, Marcelo Miná Dias e Alair Ferreira de Freitas, respectivamente, dois professores da Universidade Federal de Viçosa e um doutorando em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais, compõe a autoria do quarto artigo. Esse estudo analisa como a abordagem territorial interferiu na lógica das políticas públicas de desenvolvimento rural no Médio Rio Doce, localizado em Minas Gerais.

Encerramos esta edição com o artigo Projeto de Pesquisa-Extensão: por uma estratégia de intervenção social a partir dos estudos clínicos da sociologia da ação organizacional, de Thiago Duarte Pimentel, professor da Universidade Federal de Juiz de Fora. Esse trabalho expõe, para além de uma visão positivista, uma forma de produção de conhecimento concomitante com o processo e intervenção social, via sua difusão e assimilação local durante o processo, fundado no tripé: pesquisa-restituição-intervenção.

Com tudo isso, gostaríamos de convidá-los para a leitura da Revista APGS e esperamos que apreciem esta edição e as próximas que virão!

A todos uma agradável leitura!

 

Prof. Magnus Luiz Emmendoerfer

Editor

Licença Creative Commons




1 a 39 de 39 itens